quinta-feira, fevereiro 08, 2007

Consultório de etiqueta??

"Convidaram-nos para jantar em casa de um colega do meu marido que tem dois gatos. Tenho pânico de gatos. O que posso fazer?
Ana Isabel Lima


Tem toda a minha simpatia. Imagino que não se pode recusar a ir. Então, essa questão não se poria.
Exiga simplesmente que tranquem os gatos.
Os gatos são possinodíssimos. Quanto mais sofisticada for a raça, mais pirosos são os donos. Os animais, de resto, dividem-se entre os que metem medo e os que detesto. A única simpatia que me merecem são os cães - que também me metem medo e peço sempre que os prendam quando visito quem os tem - é pela obsessão com que perseguem os gatos.
Os gatos são também traiçoeiros. podemos estar calmamente sentadas a conversar e, de repente, sentimos nas pernas aquele calor peludo, absolutamente repelente, e reparamos que a pató da dona olha embevecida para o bichano, sem se preocupar em enxotá-lo. E nós, com vontade de lhe dar um pontapé, mas aterrorizadas com a ideia de que o estupor do felino se assanhe.
E é uma mentira dizer que são asseados: cheiram a gato e espalham um insuportável cheiro pela casa - coisa que a tonta da dona nunca percebe, porque se habituou à sordidez do ambiente. Mas o cheiro acaba por se nos pegar à roupa e à pele - é nojento.
Por que não faz saber com antecedência ao colega do seu marido que ter gatos é definitivamente uma ordinarice indesculpável?"

in Sol, 3 de Fevereiro de 2007
Consultório de Etiqueta por Assunção Cabral

Eis o que tenho a dizer a esta senhora que de etiqueta tem pouco:
O facto de dividir a espécie animal em dois grupos, "os que lhe metem medo e os que detesta", indica que deve ter tido uma infância muito infeliz, cheia de ó-querida-não-se-sente-assim-que-amarrota-os-folhos-do-vestido!

Parece-me que "exigir" a um dono de um animal que o tranque não será grande prova de etiqueta, mas quem sou eu? Não sou eu quem tem um consultório de etiqueta!

O "estupor" do felino poderá assanhar-se com um pontapé, sim! Bem, tendo em conta uma agressão sofrida, talvez, mas só talvez, seja natural essa reacção por parte do gato. Espera lá, mas também, é só um animal, não é? Podemos bater-lhe à vontade!!

Os gatos cheiram a gato, não é? E os humanos? Cheiram a quê? Qualquer ser vivo emana um odor próprio! Afirmar que é mentira que os gatos sejam asseados só porque "cheiram a gato" parece-me uma afirmação do género epá, o fertilizante natural cheira a merda. Claro que os gatos cheiram a gato! Deviam cheirar a quê? A 202 Carolina Herrera?

Agora, se é "uma ordinarice indesculpável" ter gatos parece-me também uma qualquer-coisa-imperdoável deixarem esta senhora escrever uma coluna no Sol intitulada "Consultório de Etiqueta"!

8 comentários:

Carla M. disse...

por acaso nunca li o Sol e n fazia ideia q tinham um consultório de etiqueta, mas, a avaliar pelo q se lê aqui, realmente, a etiqueta não é nenhuma!! acho q devíamos fazer um abaixo-assinado p tirar esse "consultório" a essa sra...ou pelo menos, impedi-la de falar dessa forma sobre os animais...
onde estão os defensores dos animais nestas alturas??? em que uma sra. da alta sociedade (presumo) se dedica a escrever estas baboseiras num semanário q, 2º me parece, é o principal rival do expresso??!!!
enfim..
já me indignei um bocadinho hoje..
amanhã talvez traga aqui um pouco de mágoa sobre esta situação..

Carla M.

zeni disse...

Eu acho que trancar os gatos é o melhor que há a fazer, para não os sujeitar a conviver com humanos dessa espécie!
Se eu tivesse que receber em casa uma "pessoinha dessas", resguardava bem os meus gatos, para não serem perturbados por tamanha estupidez!

E só quem tem gatos, bem tratados é que sabe a que cheiram os gatos! A gato!! Sabem a que cheiram? Eu não, e tenho gatos! (Estamos a falar deles ou do caixote deles? Isso é que pode dar maus cheiro, se não for limpo, mas isso é como as nossas sanitas!)

Meow disse...

Já reservei um tempinho do meu fim de semana para enviar um mail à dita senhora!

zeni disse...

Meow:

só uma pergunta: eu não conheço o "Sol", o jornal, (não o meu gato, que tem o mesmo nome!) Será que esse consultório de etiqueta é a sério ou é a gozar?

Meow disse...

É a sério!! Parece comédia, não parece?

Sifrónio disse...

É assim mesmo filha! Dá-lhes forte que essa gente devia levar era com um gato morto na cara até ele miar!
Parece que estou a ver a "Tia": Olhe queridaaa... e depois essas coisas fazem côcô!

Meow disse...

Também não é preciso exagerar, Ó Sifrónio!! ;)

Sifrónio disse...

Fazem côcô tá a vere? É um hórroree!