sexta-feira, dezembro 29, 2006

Descubram!

Mas depois do teu adeus, do teu último beijo,
leva contigo a lembrança, a paixão, o desejo.
Ai de mim, o rancor que ainda guardo e não quero.
Se um dia voltares, francamente, eu sei, eu já não te espero.
Será que ando forte e que te esqueci?
Será que ando fraco e que me perdi?
Mas, em poucas palavras, ficam belas e doces saudades de ti.

Desculpa!

Esta é a última estrofe do poema. Mesmo assim, tentem adivinhar!

7 comentários:

Pedro disse...

Serão sinais de cura?

Carla M. disse...

foi em setembro que te conheci do vitor espadinha!!

ehehe, tou a brincar..
eu sei qual é a canção e de quem é, mas n digo. :p

beijoca

Meow disse...

Então? Ninguém sabe de quem é a música?

Anónimo disse...

bolas qué dificele...

Meow disse...

Ai, ai! Estes conhecedores de música...

sushi disse...

é pá cum catano...

e não é nenhuma tradução, nem nada?

sushi disse...

será caetano?