quarta-feira, novembro 29, 2006

Contradições

Aproxima-se e furta a serenidade.


Um sorriso, uma lágrima,
encontram-se sem se notarem.



Sim, não está acabado. Talvez um dia, o termine.

10 comentários:

Pedro disse...

Ainda para essa tristeza que se esconde bem face a estranhos barbudos e peitos de pato... disgusting, ia-te transcrever o começo de um Cesariny (que se lê, despe-te de verdades, das tuas antes que quaisquer outras) mas,oh, o que lerias seria diferente do que eu teria lido.
Assim... canta?
Já viste o Amadeo?

Meow disse...

Já te disse que o peito de pato não estava nada de mau!

Trancreve lá o Cesariny a ver qual é a minha interpretação!!

Amadeo?!

Pedro disse...

A exposição do Amadeo na Gulbenkian.

"Despe-te de verdades
das grandes primeiro que das pequenas
das tuas antes que de quaisquer outras
abre uma cova e enterra-as
a teu lado
primeiro as que te impuseram eras ainda imberbe
e não possuias mácula senão a de um nome estranho
depois as que crescendo penosamente vestiste
a verdade do pão
a verdade das lágrimas
pois não és flor nem luto nem acalanto nem estrela
depois as que ganhaste com o teu sémen
onde a manhã ergue um espelho vazio
e uma criança chora entre nuvens e abismos
depois as que hão-de pôr em cima do teu retrato
quando lhes forneceres a grande recordação
que todos esperam tanto porque a esperam de ti
Nada depois, só tu e o teu silêncio
e veias de coral rasgando-nos os pulsos
Então, meu senhor, poderemos passar
pela planície nua
o teu corpo com nuvens pelos ombros
as minhas mãos cheias de barbas brancas
Aí não haverá demora nem abrigo nem chegada
mas um quadrado de fogo sobre as nossas cabeças
e uma estrada de pedra até ao fim das luzes
e um silêncio de morte á nossa passagem"

Amadeo. Estás desafiada.

Anónimo disse...

Claro que um dia o vais terminar..., beijinhos do Gatopardo e seus amigos...
Uma saudaçºão para o Nilo

ET

Meow disse...

Pedro,

o poema é simplesmente lindo! Obrigada. Agora estou tentada a ir ver a exposição!

ET,

não tenho a certeza se vou terminar (o raio) do poema. Talvez não valha a pena terminá-lo. O Nilo e a dona agradecem.

Pedro disse...

Se quiseres companhia, avisa

Meow disse...

Ok. Neste momento, o difícil é arranjar tempo para isso. Mas quando puder, aviso-te!!

Pedro disse...

(Such curious hours to comment...!)
Dizes 6ª feira à tarde??? Bom, vou tentar sair mais cedo do emprego

Meow disse...

Ups! Apanhaste-me! Mas tenho uma boa razão para as convenientes horas.
Sais mais cedo do emprego? Mas é feriado!! Em princípio a minha mãe vem passar cá o fim de semana mas ela também havia de gostar... A minha mãe é mais nova que tu!! Não te preocupes! Ehehe!

Pedro disse...

Mais nova? Foi mãe aos 10???
Emaila-me a data então